Meu pet está obeso, e agora?


 

Com a chegada das estações mais frias, os tutores de cães tendem a praticar menos exercícios com seus animais, o que pode gerar uma maior conversão calórica nos pets. Estudos recentes mostram estimativas de que por volta de 40% dos cães e gatos estão obesos, principalmente os animais domiciliados em apartamentos. Assim como nos humanos, a obesidade pode causar grandes problemas na saúde do animal e é uma doença que vem tomando espaço no dia a dia dos animais.

Por isso, a COMAC (Comissão de Animais de Companhia), do SINDAN (Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para a Saúde Animal), representada pelo Dr. Mauri Moreira, coordenador da instituição, e pela Dra. Fernanda Cioffetti, gerente de Marketing da Agener União, empresa associada à COMAC, preparou algumas dicas para você ficar de olho no peso do seu pet:

Visite um médico veterinário com frequência

O veterinário é o profissional mais adequado para verificar se o peso do seu cachorro ou gato está ideal à sua idade e raça. Cada espécie possui especificidades que interferem na saúde do animal, por exemplo, a obesidade canina caracteriza-se quando um animal apresenta mais de 15% de excesso de peso.


Incentive o pet a fazer exercícios

A prática de exercícios é recomendada em todas as idades. Passeie com o seu animal e procure por brincadeiras que ele possa liberar energia, como bolas ou discos. Mas, lembre-se de adequar a intensidade do exercício conforme o limite físico do seu animal. Ouça sempre a recomendação de um médico veterinário.

Alimente seu pet de forma balanceada

Ofereça sempre alimentos indicados para a espécie do animal, como também de acordo com a raça e condição de vida. Lembre-se que para chegar ao mercado, o produto passou por vários testes e leva em consideração a espécie, o porte e os nutrientes necessários para cada pet. Se o seu cão ou gato já tem propensão para ganhar peso, evite snacks e petiscos.

Sobre a COMAC

A COMAC (Comissão de Animais de Companhia do SINDAN – Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal), criada em 2007, visa estruturar um ambiente de intercambio de informações e ideias, propondo e executando ações que estimulem o desenvolvimento do mercado pet brasileiro, em especial nas áreas ligadas à saúde animal. Tem por objetivo tratar dos assuntos ligados ao mercado de animais de companhia (cães e gatos), visto como um dos mais importantes e crescentes segmentos da indústria veterinária brasileira e mundial. Através de pesquisas do segmento, a COMAC deseja informar sobre os benefícios da relação entre os animais de estimação e o homem, a importância do médico veterinário na prevenção de doenças e na manutenção da saúde dos animais, valorizando a medicina veterinária e seus profissionais.

[emaillocker id=”15314″] Aproveite para deixar um comentário contando o que você achou! Beijos e Até a próxima! ???????????????????????? ???? [/emaillocker]